Os primeiros 8 meses do Bebê

8/13/2014

Muitas mães e curiosas me perguntam ou perguntaram no Instagram/Facebook e até por e-mail o modo como "cuido" do Rafi. No começo quando recebia esses comentários, respondia me baseando nos conselhos que o pediatra do meu filho, o Dr. Henrique Klajner, me fornece a cada consulta, ligação e até whatsapp (ele odeia rs, mas ok). Hoje, o Rafi com oito meses, respondo que são métodos do pediatra dele, porque a maioria dos pediatras não são como o dele e daí vem críticas ou o certo e errado e por isso resolvi fazer esse post, para tirar todas as dúvidas e curiosidades das mamães ou futuras.

O pediatra dele apoia e tem estudos comprovados através das neuros ciências (ele também é neuropediatra - Já trabalha nisso há 45 anos e as neuros ciências surgiram nos últimos 12 anos comprovando o que ele já aplicava) que todo bebê necessita passar pelo estresse, para poder por si mesmo conquistar seus objetivos.

Cada indivíduo nasce com um tipo de genética. As pessoas são diferentes entre si e não tem como mudar. Mas a forma como você estimula o seu bebê, a genética se expressa de acordo com o que você apresentar. Uma outra maneira de explicar isso é: Ninguém pode modificar uma criança, mas sim adequá-la ao ambiente que ela está sendo criada. O Dr Henrique sempre usa um exemplo em suas aulas que vai ficar muito mais fácil para vocês entenderem:

"Se o Adolf Hitler fosse criado em um mosteiro, ele seria um Papa"

O nosso comportamento depende das oportunidades que nós temos e essas oportunidades com os estímulos ambientais (de acordo com as neuros ciências se dá até os 3 anos de idade), conseguimos fazer com que as crianças obedeçam ao extinto natural delas para atingir o máximo de conquistas por elas mesmas. Isso se chama AutoEstimulação.

Bom...mas como eu consigo na maneira prática estimular meu bebê?

Primeiro toda mãe precisa saber que durante a gravidez , ela já passa muitas informações para o bebê e ele já nasce com o cérebro lotado e que essas informações só continuam com o bebê se forem reforçadas (estimuladas). O bebê conhece a mãe mais do que ela mesma se conhece. Pense nisso.

Segundo, a mamãe precisa entender que não poderá sair correndo a cada choro do seu bebê. É difícil fazer isso? Não muito se você conhecer o motivo que ele está chorando. As necessidades básicas de um recém-nascido são:

Fome, xixi e coco, arrotar, banho e sono

Então se ele chorar por causa das necessidades básicas, nós mães temos o dever de ir ao encontro do bebê e aliviá-lo do incomodo. Nos primeiros dois meses de vida o bebê irá dormir e acordar para ter suas necessidades supridas. O Rafi sempre foi muito genioso (genética), porém quando não eram necessidades básicas eu deixava chorando por 30 minutos seguidos e depois dava uma olhada se estava tudo bem. 

Lembram do que eu disse no começo do post, que a genética não se muda, mas oferecer condições para que ele aprenda sozinho, a genética se adapta ao ambiente. Muitas mães pensam e falam que isso é maldade, mas não vejo com esses olhos. Tanto é que seguir as recomendações do pediatra deu resultado: Meu filho hoje com 8 meses dorme a noite toda, não chora mais por birra ou besteiras, se alimenta super bem, se comporta em ambientes públicos e é super carinhoso comigo e com a família. 

Lógico que existem as noites mal dormidas devido à uma infecção, nascimento dos dentinhos, resfriados, gases...mas o comum para bebês, crianças e adultos. 

A cada mamada, troca de fraldas, banhos, colocar no berço...eu e o rafi trocamos muito carinho e toque. Da mesma maneira que nós adultos queremos que respeitem nosso espaço, os bebês também precisam do espaço deles respeitados. 

Eu ficava POUTA porque tem pessoas que não aceitam a forma como você quer educar seu filho e faziam tudo o inverso. Ou seja, pessoas que mimam os seus bebês quando você não precisa disso. Nossa o que eu discuti com minha mãe, avó, tias....mas continuei pulso firme com o meu marido e vencemos pensamentos antigos e defasados. 

Se você quer autoestimular seu bebê precisa fazer da maneira correta, precisa aceitar as formas e modos e se jogar de alma. Caso contrário, nem tente. Não estou querendo dizer que esse post é o modo correto de educar um filho, mas é um modo o qual fui apresentada, entrei de cabeça e gostei. Tentei a levar meu filho à outros dois pediatras, mas não curti a maneira/modo de ambos.

Para quem se interessou pelo método do pediatra do Rafi, ele é particular (ou convênio Omint Diamante) e atende em consultório próprio:
Endereço - Av. São Gualter, 360 - City Lapa - São Paulo - SP
                                 CEP- 05455-000
                                 Tel -3022-2028

bjs

Você vai gostar

0 comentários

Me encontre nas Redes Sociais