Bronquite X Bronquiolite

Essas duas doenças têm nomes e sintomas parecidos, nos deixam loucas e vim tentar dividir com vocês minhas experiências. Você sabe qual é a principal diferença entre elas? Fiz um post na Fanpage e no Instagram e surgiram algumas dúvidas. Vim esclarecer aqui, pois o Rafi teve bronquiolite com 3/4 meses e bronquite com 10 meses (agora, inclusive estou postando do hospital enquanto ele tira uma sonequinha).

Bronquiolite:

 É uma doença infantil que atinge crianças até 2 anos de idade (normalmente) por meio de contato (objetos, toalhas, creches, escolinhas) e por meio do ar e em ambientes fechados e cheios, através de tosses, espirros, falas e à exposição da fumaça do cigarro. Para saber se seu filho pegou a bronquiolite, é necessário fazer um exame que colhe a secreção (muco/catarro) e verificar se existe o vírus sincial respiratório. Como os sintomas [infla e acumula catarro nos bronquíolos, que são passagens menores de ar presentes nos pulmões] são parecidos com o de gripe e resfriado, muitos médicos não diagnosticam corretamente e o ciclo da doença demora mais para terminar e ainda correndo o risco de contaminar outras crianças, pois o isolamento de uma criança com a bronquiolite é essencial.

Como perceber: Se seu filho estiver por 2/3 dias tossindo com muito catarro, sem febre e dificuldade para engolir (engasgando por causa do catarro) é bom levar ao pronto socorro e pedir pelo exame do vírus sincial. Tirar raio x não adianta, pois o catarro se acumula nas faces do rosto e na glote.
O pico da doença aparece no terceiro dia ao 10º, podendo ter febres altas, dificuldade para respirar, falta de apetite, dificuldade para dormir ..etc. (ao final falarei sobre o Rafi)

Bronquite:

Começa com uma inflamação respiratória, afetando o nariz, garganta e depois pode se espalhar para os pulmões. Normalmente os sintomas são: Peito chiando, tosse com catarro excessivo [se o muco for verde tem infecção], bebe cansado (fadiga, falta de ar e febre baixa). Tem crises curtas e agudas, podendo durar de 3 a 15 dias todo o processo e ainda continuar por 1 a 2 semanas de tosse seca.  

SOBRE AS DOENÇAS NO RAFI:
  • Bronquiolite: Ele pegou em algum lugar no final do terceiro mês para o quarto, em abril deste ano. Ele estava engasgando muito ao mamar com o catarro e no terceiro dia decidimos leva-lo ao pronto socorro, que identificaram como bronquiolite logo de cara e solicitaram o exame para a confirmação. Internaram ele por 10 dias e teve picos altos de febre, muito catarro sendo aspirado pelas sessões de fisioterapia (é muito evasivo, dêem uma pesquisada). Não podia sair com ele do quarto, isolamento total, enfermeiras e médicos com máscaras, aventais e tudo mais a cada entrada e saída do quarto. Ele ficava todo molinho, mesmo sendo forte e deram corticoide apenas no sétimo dia.

  • Bronquite: Ele teve um resfriado comum há 3 semanas e o resfriado voltou com mais força, com chiado no peito e fadiga. Trouxemos ele domingo no pronto socorro. Por ele ter um histórico de bronquiolite, fizeram o exame para ver se estava novamente, pois fizeram o raio x e não tinha nada nos pulmões. Mas o exame deu negativo. Porém muita tosse, muito catarro e resolveram interna-lo para fazer o tratamento aqui com apoio da fisioterapia também. Não teve febre, nem falta de apetite, nem intestino preso....não foi catarro para os pulmões também ao longo dos dias. Tentaram colocar soro e medicação na veia, mas ele arrancou a sangue frio. hahahaha esse é meu garoto.


Em ambas as doenças, o rafi fez e faz inalação, bombinha de aerolim, sessões de fisioterapia (na bronquiolite fazíamos mais vezes, porque era mais catarro). Na bronquiolite também ele mamava mais no me peito e não queria saber da mamadeira. Na bronquite agora ele não mama mais e não toma mais leite, então a refeição é comida comum, sem deixar nada ou quase nada no prato. Tem horas que o catarro vem pouco, outras vem muito. E ele é o mais forte do andar, o que come mais, o que brinca mais...incrível. hahahaha


Só estamos entediados de ficar aqui no quarto e corredor. As doenças são parecidas e podem ser confundidas. A maioria dos médicos deixam a bronquite ser tratada em casa, mas como eu trouxe o Rafi diretamente no Pronto Socorro porque ele ficou sem ar por alguns segundos, o médico dele não pode intervir em um hospital onde não é credenciado.

Espero poder ter ajudado ou bagunçado mais ainda! ahahahahah Beijinhos

Daniela Oliva Roma

Nenhum comentário:

Postar um comentário