doenças

Piolho: O que é e Tratamento

1/08/2015

Olá Mamães! Feliz Ano Novo! Dei uma sumida daqui, mas voltei para falar de um assunto importante: PIOLHO. Eu tive piolho quando criança..quem nunca teve? Me recordo eu sentada no quintal e a minha "segunda mãe" tirando eles da minha cabeça..no meio dos meus fios grossos e armados..gente que loucura.
Os piolhos são escuros e as lêndeas, amarelas - Foto da Revista Abril
Piolho é um parasita que infelizmente, se aloja no couro cabeludo e se alimenta de sangue. Não dá pra saber quando seu filho foi picado pelo piolho, pois na hora do contato ele elimina uma saliva que funciona como um anestésico, mas é justamente essa saliva que provoca a coceira intensa. 

Como pegar o piolho?
Ele não pula de cabeça em cabeça fazendo a "rave do tutstuts" [baladênha], mas se uma criança que está com o piolho usar um objeto como pente/escova/enfeites de cabelo e compartilhar com outra criança, é batata. Passou e contagiou. Digo crianças porque é mais comum acontecer quando o sistema imunológico é mais fraco que dos adultos. 

Como sei que meu filho está com piolho?
Ele vai estar enlouquecido coçando sua cabeça o tempo todo. Mas para ter certeza, coloque seu filho sentado em um local com luz intensa e separar o cabelo em sessões. Penteie e procure por sinais de lêndeas e de piolhos, que se parecem com pequenas sementes ligadas ao cabelo. O Piolho se reproduz muito rápido, sendo que em um mês, ele pode colocar mais de 100 ovos na cabeça (geralmente na região da nuca e das orelhas)

Como identificar as lêndeas?
As lêndeas podem ser amarelas, marrons ou beges, se os piolhos ainda não eclodiram. Lêndeas vivas são mais claras e são encontradas dentro de uma polegada do couro cabeludo. Piolhos são mais escuros e mais comumente encontrados no cabelo, atrás das orelhas e ao redor da nuca. 

Qual o tratamento?
O piolho, a princípio, pode ser tratado em casa. Seguem a lista de alguns cuidados que precisam ser observados para a eliminação completa do inseto parasita pelo Dr. Moises Chencinski: 

  • Use um xampu ou loção especialmente formulada para matar piolhos. Adquira o produto numa farmácia, após uma consulta com receita médica. Não use remédios caseiros ou vinagre na cabeça da criança. Após ensaboar os cabelos com o xampu, deixe-o agir por alguns minutos antes de enxaguar o produto;
  • Muitos xampus são eficazes para acabar com o piolho, mas nem todos são usados ​​da mesma maneira. Certifique-se de seguir as instruções da embalagem;
  • Ao lavar o cabelo, penteie-o ainda molhado com o pente que geralmente vem junto com o xampu de piolhos. Os dentes desses pentes são muito mais próximos do que o de pentes normais, o que torna mais provável a remoção dos piolhos e lêndeas;
  • Estes xampus são frequentemente mais bem sucedidos em matar os piolhos que as lêndeas. Assim, pode ser necessário repetir o uso do medicamento dias seguidos ou após um período de 7 a 10 dias (de acordo com cada medicamento orientado) para matar as lêndeas que viraram piolhos após a primeira aplicação;
  • Após a aplicação do xampu para matar piolho, continue a pentear o cabelo, uma vez por dia, durante várias semanas, para ter a certeza que todos os piolhos e lêndeas foram removidos. Isso é muitas vezes mais fácil de fazer com o cabelo molhado;
  • Piolhos não vivem muito longe da cabeça humana, então concentre sua energia para vasculhar apenas o cabelo da criança;
  • Use água quente para lavar roupas, lençóis, fronhas, cobertores e qualquer coisa que a criança afetada pelo problema possa ter tocado. Itens não laváveis tais como bichos de pelúcia devem ser guardados num saco plástico por várias semanas, até o surto de piolho terminar;
  • Não tente matar os piolhos com medicamentos em spray, porque estes produtos químicos podem causar mais danos do que os piolhos;
  • Por fim, lembre a todos os membros da família que chapéus, lenços, pentes e escovas de cabelo nunca devem ser compartilhados. Os piolhos não voam ou saltam de cabeça para cabeça, eles se espalham quando as crianças partilham estes objetos.

Se após essas aplicações a criança continuar com piolhos, volte a falar com seu médico e nunca se automedique. Vou ler várias vezes para tirar de letra se o Rafi contrair essa coisa chata. E vocês mamães, já passaram por isso? Espero que este post tenha ajudado todas vocês, porque só de fazer essa matéria, me deu a maior coceira na cabeça hahahaa. Beijinhos

Você vai gostar

0 comentários

Me encontre nas Redes Sociais