Alimentação do Bebê junto a Amamentação

A Mari do blog Mamãe a Bordo Oficial me pediu para escrever um post sobre a nossa experiência de amamentar e introduzir a alimentação ao mesmo tempo. Não sei se sabem, mas meu filho começou a introdução alimentar aos 5 meses e eu ainda o amamentava. O pediatra dele me instruiu a começar pela papinha salgada e a de frutinhas na sequência como sobremesa, totalmente diferente do que a maioria dos pediatras aconselham. Pra quem quiser a receita da primeira papinha e quais alimentos devem ser oferecidos, clique aqui.

Começamos o almoço às 11H e o jantar as 18H. O pediatra disse para começar a oferecer o almoço durante 7 dias e somente depois oferecer o jantar, mas o meu filho sempre foi um esfomeado e já demos o jantar no segundo dia da introdução alimentar. As mamadas foram divididas em 4 horários, ficando assim:

5:00 - Peito
9: 00 - Mamadeira (complemento da primeira mamada, como tinha muito leite, dividi)
11:00 - Almoço + Sobremesa
15:00 Peito + Mamadeira
18:00 - Jantar + Sobremesa
21:00 Peito + Mamadeira

Vocês sabiam que a culpa do meu filho ser faminto foi minha né? Os ginecologistas orientam as mulheres grávidas a comerem sempre pequenas porções a cada 3 horas para o bebê receber alimento a cada três horas e assim se habituar com a vida fora do útero. 
Leite
Aos 6 meses, descobrimos a intolerância à lactose e Soja dele e suspendemos a mamadeira de complemento. Depois de um mês já se alimentando bem com as papinhas, consequentemente dormindo mais já que o problema dele era satisfazer sua fome, os horários foram modificados:

8:00 - Peito
11:00 - Almoço + Sobremesa
15:00 - Peito
18:00 - Jantar + Sobremesa
21:00 Peito
Papa de Beterraba, arroz, cenoura, brócolis

Nessa fase ele passou a dormir das 21:30 as 8:00, uma benção. Viva a Papinha. Ele nunca rejeitou nenhum tipo de alimento na introdução alimentar. Apenas depois que fez um ano rejeitou alimentos muito gelados (exemplo do sorvete) e fez cara feia com a Manga, mas acredito que seja por causa da textura e meleca ao segurar a fruta. Neste post vocês podem conferir o que fiz para ele aceitar a manga.

Com 7 meses e 1 semana ele recusou mamar no peito. Era a mamada da noite e ele não quis de jeito nenhum. Liguei para o pediatra no mesmo instante que me sugeriu a substituir o horário do leite por vitaminas de Frutas à base de suco de laranja pera, laranja lima, água ou água de coco. Poderia ser também como papinha de um mix de frutas já em pedacinhos, então o horário ficou assim:

8:00 - Vitamina de Frutas
13:00 - Almoço
16:00 - Vitamina de Frutas
20 - Jantar

Primeira Vitamina de Frutas
Segunda Refeição da Introdução de Pedaços: Papa de Lentilha com Carne Moída

Notaram que as sobremesas sumiram? Como ele passou a ingerir frutas de manhã e à tarde, não era necessário mais ter a sobremesa de frutinhas. Os horários do almoço e jantar também se adaptaram à nova rotina, já que na mesma fase o pediatra liberou a nossa comida para o bebê, ou seja, o nosso tempero, os pedacinhos de carne e frango, grãos como feijão, grão de bico, lentilha, arroz, legumes cozidos, macarrão e etc.

Opção de Refeição (antes de 1 ano já se alimentava assim)
Essa liberação foi para o bebê poder conhecer mais texturas e se adaptar à elas, assim como estimular o nascimento dos novos dentes e a mastigação. Após o jantar ele não tem o hábito de comer mais nada, então passou a ter 4 refeições diárias até 1 ano e 2 meses. Um outro ponto positivo de oferecer grãos cedo ao bebê é que ele não coloca tudo na boca, massinha ou objetos pequenos que ele encontra no chão. Ele já sabe reconhecer o que é para comer e o que é para pegar apenas. 

Com 1 ano e 4 meses ele deixou de ser intolerante e passou a consumir alimentos com leite/soja, mas eu não liberei o leite como refeição. Ele toma algumas vezes no lanchinho da tarde com achocolatado ou com cereais. Iogurte ele quer quando eu estou comendo. 

Atualmente, com 1 ano e 11 meses ele ainda faz 4 refeições diárias. Sempre aceitou e comeu muito bem, não tenho queixas quanto à isso. A minha maternidade foi tranquila com o primeiro filho e espero que seja assim com todos, já que quero ter três. Ainda não ofereci peixe cru, frutos do mar, carne de porco, salsicha e pipoca. Peixe é muito raro eu fazer, sabendo que é ótimo para a nossa alimentação, mas quando faço ele come também. 

Basicamente é isso, o foco desse post é ajudar às mães a criarem uma rotina de alimentação com seus pequenos, assim facilita o dia a dia e também os horários do sono. Adapte ao seu dia e boa sorte. Mais sobre a alimentação no Instagram #rangodorafi Beijos

Daniela Oliva Roma

Nenhum comentário:

Postar um comentário